Rodando pela ilha de Bali – Indonésia



[vimeo]http://vimeo.com/20259866[/vimeo]

Para começar bem a semana decidi falar um pouco sobre um dos paraísos naturais do mundo que visitei em 2006. Com aproximadamente 5.620 km² e uma população de cerca 3 milhões de pessoas, a ilha de Bali é parte da República da Indonésia, o maior arquipélago do mundo com mais de 18.000 ilhas.

Famosa destinação turística conhecida por suas belezas naturais, clima perfeito e uma atmosfera relaxante. Ilha das flores, templos e pessoas simpáticas, é considerada uma verdadeira pérola para viajantes do mundo todo.

Paraíso dos surfistas e de pessoas em busca de paz espiritual e belezas naturais, a ilha reserva infinitas surpresas. Para tentar conhecer o máximo que podíamos, alugamos um carro por alguns dias e rodamos algumas cidades. Destaque para lugares únicos como o Templo de Uluwatu (Templo de Tanah Lot), Templo de Taman Ayun e a Alas Kedaton (floresta dos macacos).

A ilha é frequentada por muitos brasileiros, geralmente aqueles que estão morando na Austrália ou em outros países da Ásia. Farto mercado, boa comida e bons preços são sempre um chamariz, apesar de desastres naturais e atentados terroristas terem manchado a imagem da ilha como uma das maiores destinações turísticas do mundo.

Foi muito engraçado quando eu e meu amigo Mateus fomos com um grupo de 3 brasileiros (um homem e duas mulheres) para a praia de Bali e de repente surge um grupo grande de turistas asiáticos querendo tirar fotos com a gente como se fossemos artistas famosos. A diferença de costumes e vestidos é algo incrível, mas eles nos respeitam e cabe a nós respeitá-los sempre.

Rodando pelo centro de Bali a noite é normal cruzar com alguns locais tentando vender vários tipos de drogas, mas nem preciso falar para tomar cuidado e não comprar nunca. As leis do país são severas e não tem perdão, além de dizerem que os próprios vendedores denunciam os compradores para a polícia.

Fotos: Mathias Hennig | www.esquecimeuendereco.com

A ilha também é fornecedora mundial de objetos de prata e é melhor se informar no hotel ou com moradores da ilha sobre os melhores lugares para comprar. Algumas cidades, especialmente no nordeste da ilha, dependem praticamente do comércio da prata.

Fotos: Irineu Cortez Junior

Quem for pra Bali e estiver buscando um(a) guia que fale português, temos um contato super especial que a viajante Luiza Kawaguti compartilhou com a gente:

Juliaswati ou Dayu Juliaswati
E-mail: juliaswati@yahoo.com / dayuhongkong@yahoo.com
Facebook: @dayu hongkong / @dayu hongkong segunda
Cellular: +628179700886
Blackberry: 20FCEB8F

Uma experiência incrível! Quem quiser conferir um pouco mais é só acessar o meu vídeo da viagem ou acessar o site oficial da ilha (em inglês)!

Boa semana e muita paz!

Michel P. Zylberberg
www.rodandopelomundo.com

PS.: Post atualizado dia 18/10/2012. Este post também foi publicado no arrobaxyz.

Curta e siga:

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.