Rodando pelos “trullis” di Alberobello (sul da Itália)



Tô na área!!! Além de curtir muito sol e praia, também aproveitamos para visitar alguns lugares turísticos nas 2 semanas de férias no sul da Itália. Decidi começar a escrever no blog sobre a cidade de Alberobello, um lugar que nem imaginava que existisse e que é realmente único no mundo!

Miniatura de um "trullo"

Miniatura de um "trullo"

A palavra “trullo” (trulli – o plural, em italiano), do grego tholos, significa “cúpula“, e é este o elemento característico das casas cilíndricas, cobertas por um teto cônico, que caracterizam algumas áreas da Apúlia centro-meridional.

rodandopelomundo-alberobello02

Em Alberobello, nos quarteirões de “Monti” e “Aia Piccola“, estão espalhados cerca quase 1000 trulli, todos colados lado a lado. Como a região recebe muitos turistas, quase todos os trulli viraram lojas com comércio de souvenirs característicos da região e tantos outros tipos de produtos. Os comerciantes são muito simpáticos e o “clima” é bem tranqüilo. Existem também igrejas e museus.

rodandopelomundo-alberobello07

A maior curiosidade fica por conta da origem dos trulli. Foi o conde Giangirolamo II Acquaviva d’Aragona que, na segunda metade do século XVII, ordenou aos moradores que construíssem casas que fossem fáceis de “desmontar” rapidamente, desaparecendo completamente. Tudo isto para evitar o pagamento de um imposto feudal cobrado por cada construção nova. Quando a guarda do rei fosse controlar, as casas desapareciam milagrosamente.

A reprodução da cozinha de um trullo original

A reprodução da cozinha de um trullo original

A malandragem do Giangian II (digna de político brasileiro) acabou virando uma das maiores atrações turísticas da região e a cidade de Alberobello agora é conhecida no mundo inteiro. Além de fazer – desde 1996 – parte do Patrimônio Mundial da Humanidade (UNESCO).

Igreja com o estilo característico da região

Igreja com o estilo característico da região

O giro pela região é grátis, difícil é rodar por lá sem comprar nada, nem que seja uma lembrança. Claro que aproveitei para degustar as amostras grátis de licores e bebidas da região, além de tomar um sorvete italiano e arriscar a sorte no SuperEnalotto (loteria italiana) com mais de 100 milhões de euros acumulados. Infelizmente não acertei nenhum número, mas o passeio com certeza valeu a pena e fica a dica para quem for rodar pelo sul da Itália!

rodandopelomundo-alberobello05

Para quem – como eu – não entende nada de geografia italiana, segue um resumão da região:

A província de Bari faz parte da Apúlia (Puglia, em italiano), uma região da Itália meridional, cuja capital é a cidade de Bari. Alberobello é uma cidade italiana cituada na província de Bari. Entendeu? Nem eu. Quem quiser achar no nosso amigo Google Earth, as coordenadas são: 40° 47′ N 17° 14′ E

Berlusca, o sínico, também poderia ser presidente do Brasil!

Berlusca, o megalomaníaco, poderia ser presidente do Brasil!

Nota do autor: Voltar de férias não é fácil. Casa para limpar, muitas coisas acumuladas no trabalho, grande compra para encher a dispensa vazia, reencontrar os amigos, lavar toneladas de roupa suja… mas não tem problema, as próximas férias serão já daqui a 6 ou 7 meses! ahhhhhhhhhhhhhhhh

Sorte que posso sempre “viajar” com vocês aqui no blog! Valeu pelas mensagens e pela força de sempre!

Abraço e muita paz!

Michel P. Zylberberg
www.rodandopelomundo.com

Curta e siga:

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.
  • gladys roman

    Olá MIchel! vou passar seis dias na região de Bari, gostaria de saber se um dia para Aberobelo da pra conhecer ou é pouco, obrigada, Gladys

  • gladys roman

    Olá Michel! passarei seis dias na região de Bari e gostaria de saber se um dia da pra conhecer Alberobelo, obrigada, Gladys

    • Olá Gladys, acho que um dia em Alberobelo já da pra conhecer sim!
      Tomara que dê tudo certo e que você possa aproveitar a viagem.
      Um abraço, Michel

  • Ademar A. Bach

    Michel, sou brasileiro, estudei italiano em Castelraimondo/Camerino, região Le Marche, Italia. Ao terminar meu curso visitei outras regiões e cidades importantes na Italia, e depois segui para a Suiça. Parei por 3 dias em Lugano, no hotel Colorado e amei esta cidade. Depois segui para a região germânica indo até Luzerna. É dificil viver em Lugano e obter algum trabalho, não sendo um suíço e tendo mais idade como é meu caso,mas sou poliglota, falo Ingles, alemão e italiano?. O Custo de vida é muito alto? E nas redondezas, como Locarno e Bellinzona? Postei um comentário e teu link de Alberobello no site da Societá Italiana Santa Lucia, de N.Hamburgo, RS. Abraços.
    Ademar Bach

  • Oi, Michel,

    Moro na Itália e visitei Alberobello no ano passado. É realmente fantástico! Pena que a maioria dos brasileiros que visitam a “Bota” não o conheçam…

    Saudações de Riccione.

    Maria

    • Oi Maria, obrigado pela visita e pelo comentário!

      Fiz questão de divulgar Alberobello aqui exatamente por ser um destino pouco conhecido pelos brasileiros. É um lugar muito especial!

      Un caro saluto da Lugano :)

      Michel

  • essa arquitetura é uma das minhas paixões platônicas. vc chegou onde eu queria. depois disso, nem ligue pra volta. fique pensando nos trulli que passa … rsrs … beijo.

  • Beatrice

    Michel tenho uma amiga que mora em Alberobello,e assim que der irei visita-la.Foco feliz por vc.

  • michel, fiquei alegre e lisongeada pela visita e pela retribuição do link. assim como vc, tb mantenho o meu rebloggando por puro prazer e amor ao rock. não se perca de mim. bj. re.

  • o povo aqui de casa não aguenta mais. a cada treino de fórmula 1 ou a cada corrida, desde que o trulli participa, eu conto a estória dos trullis de alberobello. conheço essas casinhas faz uns 15 anos. nunca estive em alberobello, mas conheço através do national geographic, quando pesquisei – eu!?!?!?!? – sobre rochas, prum trabalho de escola do meu porrinha. adorei aqui e to arranjando um canto lá no meu rebloggando pra vc esticar seu colchãozinho. bj. re.

  • A volta sempre causa depressão, mas a maneira de curar é essa mesma, planejar a próxima viagem! Abs!

    • Oi Silvia!!
      Depressão é apelido!! huahuhauaa ainda mais quando voltamos e no tarbalho existem milhares de coisas esperando pra serem feitas!! :D
      Mas entre um planejamento de viagem e um post com as viagens antigas a gente vai levando na boa!!
      Vou visitar teu espaço que gosto tanto agora!!
      Abraços e muita paz!!
      Michel

  • viviane

    owww delicia heim? morri de rir aqui com a comparação entre nossos politicos…kkk, lindo o lugar, que bom que vcs desfrutaram. Te mandei um post help no link anterior, ok? Abração e ótimo dia!

  • Thiago Victor

    Fala malucão, bem vindo de volta.Da pra ver que aproveito bem as ferias, vc deve tar igual a um camarão,rsrsrs.Depois posta as novidades e fica na paz, fuiii….

    • Ae doidão, sempre passando por aqui!! Fico feliz cara..
      To igual um camarão, mas jaja voltarei a ser branquelo como os europeus.. huahuahuhuaua
      Devagar vou passando com as novidades, so’ na manha!! huahuahuauhhua
      Abração maluco, paz aeee
      Michel