Dicas para quem vai rodar pela Itália



Leitores especiais merecem respostas especiais :) então vou tentar ajudar a Viviane com a seguinte dúvida:

“(…) tó dando umas pesquisadas p/ quem vai ter pouco tempo no país (Itália), queria estar alguns poucos dias com o noivo em alguma cidadezinha de lá, estou pesquisando num guia que comprei aqui, talvez seja em fevereiro ou março, vamos ver, estamos entre outras cidades divididos entre roma e vaticano, mas tbm queria ir a veneza, enfim, o bixo tá pegando pq ele conhece já todas essas cidades e eu, louca por andar e andar, tenho medo de n dar tempo p/ conhecer tudo, vaticano e roma são essenciais, né n? dá umas dicas ai pra clarear as ideias (…)”

No guia “as melhores cidades da Europa” as cidades italianas presentes são: Milão, Veneza, Bolonha, Florença, Roma e Nápoles. E visto que você quer ir em fevereiro ou março, já pode ir pensando na tua máscara para carnaval, pois é a época perfeita para curtir o famoso carnaval em Veneza, deve ser bem legal – mas cuidado com os altos preços.

Já o livro “1000 lugares para conhecer antes de morrer” dedica quase 50 páginas às atrações italianas e cita lugares como a ilha de Capri, Costa de Amalfi, Ravenna, Sicília, Sardenha e também os mais famosos citados anteriormente…

Passando dos livros e guias à minha humilde opinião, com certeza indicaria Roma/Vaticano porque dá para ver muito em pouco tempo. Nápoles eu não indicaria porque é o Rio de Janeiro italiano, pode ser perigosa. Deixando bem claro que sou carioca e amo o Rio, mas infelizmente não podemos negar que seja perigoso.

Já estive em Milão, Ravenna, Bolonha, Roma/Vaticano, Lecce e algumas outras cidades. Uma boa opção, já que você quer conhecer Roma, seria pegar o trem de madrugada de Roma para Milão ou fazer uma parada em Florença (me disseram que é bonita e vale a pena, mas não conheço) ou Bolonha e depois seguir para Milão ou Veneza.

Pôr-do-sol no sul da Itália

Pôr-do-sol no sul da Itália

O sul da Itália é mais pobre, mas a paisagem da costa vale a viagem. Apesar de que em fevereiro e março o clima não ajuda (é inverno lá) e tem muito vento. Mais ao norte estão a maioria das cidades mais famosas, com atrações culturais que ajudam muito a preencher o tempo quando o clima é ruim.

Acho que não devo nem citar as milhares de coisas para fazer em Milão, é uma cidade como São Paulo, mas com um charme histórico. A Itália é muito grande e, apesar das estradas serem boas e ter vários aeroportos, a viagem precisa ser bem organizada.

 

Eu, em 2007, em frente ao Duomo de Milão

 

Voos atrasados e cancelados, roubos, furtos, a dificuldade da língua (muitos falam só italiano e o dialeto local), trens mal conservados… eu bem que poderia estar falando do Brasil, mas a Itália é nossa pátria-irmã e felizmente eles geralmente gostam dos brasileiros e são quase sempre simpáticos e prestativos.

Vocês têm tempo para organizar bem e espero ter ajudado um pouco. Quando tiverem mais notícias avise que quem sabe posso ajudar um pouco mais e dando uma folguinha vocês passam por aqui na Suíça para dar um alô :) afinal, moramos a quase 100km de Milão.

Silvia Oliveira, do blog Matraqueando, também colabora (mensagem publicada originalmente nos comentários deste post):

Vou dar meu pitaco para a Viviane: como ela não conhece nada e menciona “poucos dias” deve fazer o roteiro clássico ROMA-FLORENÇA-VENEZA. Se tiver sobrando tempo, inclua Milão no final.
ROMA/VATICANO (quatro dias)
FLORENÇA/PISA (três dias, a torre inclinada está a uma hora de Firenze-Florença)
VENEZA (dois dias inteiros aqui são suficientes)

O passe de trem (Trenitalia) entre cada trecho está em torno de 30 a 40 euros. Já estive duas vezes em todas elas e FLORENÇA é fundamental, berço do renascimento, uma cidade linda e agradável. (E ali por perto existem vários outlets para compricthas de grandes marcas italianas- hehehe!) Mas se tiver menos tempo ainda, contenha-se com ROMA-VENEZA. Em todos os casos vai ser uma viagem inesquecível! Abs!
Ah, no meu blog Matraqueando tenho posts de todas elas!

Os leitores Mi&Ma dizem:
Incluam Siena no roteiro de carro. Se possível, pernoitem por lá. (Fica entre Florença e Roma).

Confira também:
. Rodando pela Toscana – Itália
. Rodando por Nápoles
. Rodando pelas Cavernas de Castellana e Zinzulusa – Itália
. Rodando pelas praias do sul da Itália
. Bossa Nova italiana
. Dicas rápidas de Milão – Itália
. Duas semanas de praia e muito sol na Itália
. Novo vídeo em Ravenna – Itália (praia!!!)
. Rodando pela Europa – Dicas importantes (hospedagem + vôos + trens + carros)

Grande abraço e muita paz!

Michel P. Zylberberg
www.rodandopelomundo.com

Curta e siga:

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.