Rodando pelas Ilhas Maldivas – a preparação



Viagem mais que confirmada, tudo certo para partirmos em fevereiro para as Ilhas Maldivas! Mas muita gente pode perguntar: “onde fica isso?” Um paraíso no Oceano Índico, bem na linha do Equador, pertinho da Índia e do Sri Lanka. Já que está tudo confirmado, começam também os preparativos e as pesquisas! E assim aproveito para deixar algumas infos para quem – assim como eu até pouco tempo atrás – nunca tinha ouvido falar desse lugar incrível.

maldivas_apreparacao

Em uma rápida pesquisa nos blogs de viagem que recomendo, achei poucas coisas. Blog do viajante: “Grupo de atóis no Oceano Índico, que está sendo submergido pelo aquecimento global, podendo desaparecer em 50 anos. As Ilhas Maldivas possuem resorts de alto luxo que se aproveitam intensamente do lugar, explorando o turismo de alto custo e muito exclusivo.

No Turomaquia: “E já entrando no mundo da fofoca (risos) ela é a esposa do piloto de Fórmula 1 – Fernando Alonso, que é asturiano. Eles se casaram secretamente em 2007, e até hoje se escondem dos meios de comunicação, sabe este lance de proteger sua privacidade! Mas todo mundo sabe que eles casaram, e que a lua-de-mel foi nas Ilhas Maldivas.

Já que o Fernando Alonso pode, nós podemos também! Será – finalmente – a nossa lua-de-mel oficial, depois de mais de 2 anos de casados :)

maldivas_fotinhas

No site oficial – visitmaldives.com – existem muitas infos e resolvi traduzir algumas delas para compartilhar com vocês, já me desculpando pelos possíveis erros!

Posição
Embaixo da Índia, na linha do Equador.

Geografia
1190 ilhas, que formam um arquipélago de 26 atóis principais. Se estendem por 820 quilômetros de norte a sul e por 120 km de leste a oeste. 202 ilhas são habitadas, 87 são ilhas dedicadas exclusivamente aos resorts. A capital, Malé, sede do governo e centro dos negócios, do comércio, da saúde e da educação, é situada no centro da cadeia dos atóis. É uma pequena ilha agitada pelos sons e atividades dos seus 75.000 habitantes, que constituem cerca um terço da população.

Clima
Geralmente quente e úmido. O sol brilha durante o ano inteiro. A temperatura média fica entre 29 e 32 graus.

O que vestir
O estilo é geralmente casual. As camisas e os acessórios em algodão são os mais indicados. Em Malé, a capital, e nas outras ilhas habitadas, se aconselha às mulheres de se vestirem mais discretamente e não se despirem muito.

População
Cerca 270.000 habitantes, em base aos dados de 1998. As origens dos Maldivianos se perdem na antiguidade, mas a história revela que as ilhas eram já povoadas há 3000 anos. Os primeiros habitantes eram viajantes da rota das Setas provenientes da civilização do Vale do Indo. Calorosos, simpáticos e hospitaleiros de natureza, com os Maldivianos é difícil não sentir-se a vontade.

maldivas_ilhas

Cultura
Desde os primeiros habitantes, marinheiros e viajadores provenientes dos tempos da antiguidade de várias partes do mundo, se é desenvolvida uma história de orgulho e uma rica cultura. As Maldivas são uma “mistura” de diferentes culturas, povoadas de pessoas provenientes de tantas partes do mundo. Por exemplo, algumas das músicas e das danças locais recordam influências africanas, com os batuques tocados à mão e as músicas com palavras desconhecidas a todos, mas que representam certamente as línguas dos países da África oriental. Como é de se esperar, algumas das músicas e das danças são fortemente influenciadas da Ásia meridional, uma influência que se nota principalmente nos pratos tradicionais dos Maldivianos. Ainda sim, muitas das habitudes da Ásia meridional, em particular em relação às mulheres (por exemplo a tradição do Subcontinente de que as mulheres sejam não podem se apresentar em público), não são considerados valores absolutos aqui. Na verdade as mulheres têm uma participação fundamental na sociedade e isto não surpreende, visto que os homens transcorrem inteiras jornadas pescando no mar. Muitas das tradições são fortemente conectadas ao mar e ao fato de que a vida depende disto.

Língua
O dhivehi é a língua falada em todas as Maldivas. O inglês é largamente difundido entre o Maldivianos, então os visitantes conseguem comunicar facilmente na ilha da capital. Nos resorts são faladas diversas línguas, entre elas inglês, alemão, francês, italiano e japonês.

Moeda
As moedas maldivianas são a Rufia e o Lari. O dólar americano é a moeda estrangeira mais usada. Os pagamentos nos resorts e nos hotéis podem ser feitos com a maior parte das moedas fortes, com os travellers’ cheques ou com os cartões de crédito. Os cartões de crédito mais usados são American Express, Visa, Master Card, Diners Club, JCB e Euro Card.

Educação
A taxa de alfabetização é de 98%. Os standards educativos são entre os mais altos da região e as escolas seguem o sistema educativo britânico.

Saúde
A estrutura sanitária está melhorando muito. O Indhira Gandhi Memorial Hospital (IGMH) de Malé é o maior hospital do pais e oferece tratamentos sofisticados. O hospital ADK é a principal estrutura privada e segue altos standards médicos. Alguns resorts têm a disposição médicos internos. Em caso de emergência durante as imersões, tem a disposição uma câmera hiperbólica facilmente acessível da maior parte dos resorts.

Fuso horário local
GMT + 5 horas

O visto (pedido da Viviane)
Desde 1978 para entrar nas Maldivas basta o passaporte. Não é preciso requerer antecipadamente o visto e todos os visitantes, ao chegar, recebem um visto grátis válido por 30 dias. O visto tem um carimbo com a data de entrada e a escrita em vermelho “Proibido trabalhar”.

As fotos são todas do site site oficial – visitmaldives.com -mas muito em breve teremos as nossas, e os vídeos também! Por enquanto é isso… quando tiver mais informações e dicas sobre as Maldivas compartilho de novo com vocês! Espero que vocês tenham curtido. E – CLARO – se tiverem dicas e infos não deixem de mandar! São sempre MUITO bem-vindas! PARTICIPE SEMPRE!

Confira também:
.Rodando pelas Ilhas Maldivas – Parte I – As Ilhas

.Rodando pelas Ilhas Maldivas – Parte II – Mergulho e Snorkeling
.Rodando pelas Ilhas Maldivas – O vídeo da viagem
.Rodando pelas Ilhas Maldivas – Mergulho & Snorkeling
.Rodando pelas Ilhas Maldivas – Um aperitivo

Abração e boa semana para todos!

Michel P. Zylberberg
www.rodandopelomundo.com

Curta e siga:

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.