Será?



Será só imaginação?
Será que nada vai acontecer?

Já tive minha fase Legião; revoltado, contestador, sonhador… e agora, aos 30 anos – muito mais calejado – me pergunto até onde meus princípios valem a pena.

seraEsse meu trabalho no rodandopelomundo.com teoricamente só me dá despesas. Recusei muitas propostas de posts patrocinados, publicidades invasivas e coisas assim. Publicidades com “cliques” então? Nem pensar!

Nunca me preocupei com quantas visitas recebo aqui. Também quase não faço publicidade por aí. Talvez esteja errado? Na contra mão de todas as tendências atuais? Sei lá.

Sou um cara louco para trabalhar, para criar, ser útil e estou já há alguns meses em casa, desempregado. Por um motivo ou outro, as coisas não caminham. Dá até para pensar em prostituir a minha moral. É, me vender. Apelar.

Mas eu já tive outros sites que começaram a ficar conhecidos e sempre que fiz uma parceira ou comecei a ter uma estrutura maior desisti. Até por isto tentei resguardar ao máximo o RPM. É algo só meu e de vocês, raros e fiéis leitores! Aliás, leitores não – amigos! E me orgulho disto! Conheci tanta gente legal por aqui e espero sempre ver vocês participando!

A vida geralmente é uma eterna sucessão de desilusões. Mas não choro, pois tenho uma família maravilhosa e amigos incríveis!

Tenho 95% do que seria uma vida perfeita, mas faltam os 5% que seria um trabalho legal. Aqui tenho a chance de compartilhar um pouco desse meu mundo e saber que de algum modo mexo com a vida de vocês.

Me apego no velho e bom ditado, onde tudo dá certo no fim. Mas também não gosto de novelas chatas e intermináveis, então o exercício da paciência tem que ser praticado todos os dias… “ommmmmmmmm”

O câncer da socidade é o dinheiro, alimentado da ganância. Não quero riqueza, quero só o necessário para ter paz e poder viajar por algum canto do mundo de vez em quando.

Não sou hipócrita, moro em um dos países mais ricos do mundo (Suíça), onde a grande maioria das pessoas vive em função do dinheiro. Laços familiares supérfluos, depressões camufladas, desespero. Não quero ser como eles. Quero pagar as minhas contas em dia, nunca dever nada para ninguém. E sorrir. Sambar!

Nunca fiz parte do jogo sujo, e nunca vou fazer. Cedo ou tarde temos que entrar na dança, mas com estilo. Então sigo nos meus próprios passos!

Será que é tudo isso em vão?
Será que vamos conseguir vencer?

Que vocês conquistem tudo que sonharem, estarei mandando minhas energias positivas!

Força sempre e muita paz!

Michel P. Zylberberg
www.rodandopelomundo.com

Curta e siga:
Avatar

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.