Algumas “vantagens” de morar na Suíça



• O futuro presidente da Suíça nunca será Dilma ou Serra.
• Na Suíça não tem a turminha do Collor, Maluf, Sarney e Lula – mas eles têm conta aqui.
• Na Suíça não tem rede globo e o Datena estaria desempregado.
• Na Suíça flanelinha é uma flanela pequena e não risca teu carro se você não der 10 reais.
• Aqui na Suíça existem 4 línguas oficiais (será que o Tiririca seria analfabeto aqui?), que são estudadas em escolas Públicas de alta qualidade.
• Na Suíça não existem pedágios e o dinheiro dos impostos é usado para fazer estradas. Aqui, esburacado só o queijo.
• Na Suíça não existe horário eleitoral gratuito e votar não é obrigatório – se vota por consciência.
• Na Suíça não existe criança de rua, eles sabem que proteger as crianças é investir no futuro do país.
• A polícia suíça não é corrupta e não ganha salário de fome.
• Nas rádios suíças não toca restart e ninguém aqui usa calça laranja coladinha

Não, o país do chocolate não é o paraíso na Terra. Mas é duro, muito duro, ver meu país amado (sim, o Brasil!) virar piada mundial. Um circo onde todos entram por baixo da lona. Onde todos querem ver a mulher barbada e o vampiro lutando para ver quem fica com a renda da bilheteria.

Ouço agora Chico cantar “você que inventou o pecado, esqueceu-se de inventar o perdão” e vejo que de pecados vamos vivendo, e vamos em frente respondendo – como o ilustre barbudo – um cínico “não sei de nada”.

Amanhã há de ser outro dia? Láraia láraia… Não sei não. É como escolher entre um estuprador e um pedófilo pra cuidar dos teus filhos. Ou dá, ou dá. O bicho pega e o bicho come. E como come!

Como pensar em voltar a morar em um país sem nada público? Segurança, saúde, transporte, educação…? Na França fazem um barulhão por não concordar com a reforma da aposentadoria.

Nós choramos calados, somos todos mulheres de malandro. E que malandro! Nós nos submetemos, nos sujeitamos aos abusos como uma garota pobre brasileira que acredita ir ao exterior para ganhar a vida como dançarina e acaba como escrava sexual.

Claro que existem muitas coisas boas de morar no Brasil. A felicidade, o clima, a natureza, o calor humano. Mas são coisas que não dependem diretamente dos políticos. Ou senão já teriam destruído também.

Uma das coisas mais inteligentes que vi nos últimos tempos foi o “Politicamente Incorreto” de Danilo Gentili. Um tapa na cara da nossa triste realidade.

“Quando Lula disse que “não é porque o Brasil tem problemas que não pode sediar uma Olimpiadas” ele enraizou ainda mais no consciente do zé povinho o que move (ou deixa de mover) o brasileiro: A idéia que merecemos as coisas por esmola. “Não somos melhores que Chicago, Madrid e muito menos que Tóquio. Definitivamente não merecemos mais que eles… mas poxa… dá as Olimpiadas de esmolinha ai pelo amor de Deus… somos pobrezinhos… vai…”” (Danilo Gentili)

Tudo bem que rimos da nossa desgraça, mas até quando? Não vejo uma luz no fim do túnel. Ou melhor, do poço.

Leia também:
. Rodando pela Suíça – parte 1
. Rodando pela Suíça – parte 2
. Melhores picos para snow boarding e ski na Suíça
. Rodando pela Suíça – Glacier Express
. Rodando pelo Monte Tamaro – Suíça
. Vídeo do Monte Uetliberg/Zurique – Suíça
. Vídeo: Goldeneye Bungee Jumping
. Pra que freezer? (Monte Cardada – Suíça)
. Chato, de tão certinho…
. Rodando pela Europa – Dicas importantes (hospedagem + vôos + trens + carros)

Michel P. Zylberberg
www.rodandopelomundo.com

Curta e siga:

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.