Entrevista com Marcio Cimatti, do blog A Janela Laranja



“Fotógrafo Viajante, Blogueiro e Pai babão”, é como Marcio Cimatti se define no Twitter e no seu famoso blog ‘A Janela Laranja’.

Seu blog é uma das maiores referências para viajantes – e apaixonados por fotografia – da internet! Os 10 mil seguidores no Twitter confirmam que o trabalho dele é digno de todo esse reconhecimento!

E foi assim, sendo mais um dos tantos fãs de Marcio, que decidi fazer essa entrevista! Chega de enrolar e vamos ao que interessa:

Rodando Pelo Mundo: Poderia contar um pouco sobre como nasceu o blog e o porquê do nome ‘a janela laranja’?
Marcio Cimatti:
Posso sim. Quando morava em Amsterdã tive a idéia de fazer uma imagem por dia pela janela do meu apartamento. A idéia era ter um blog com as imagens do que acontecia no canal em frente ao prédio. Aí que veio o nome ajanela e o Laranja porque é a cor da Holanda. Depois disso começaram a me perguntar um monte de coisas sobre viagem pela Europa e o blog virou o que é hoje e já tem 4 anos.

RPM: Quando e como rolou a primeira chance de sair do Brasil pela primeira vez? Qual foi a tua reação?
MC:
Há 10 anos deu a louca e fui fazer um curso de inglês em Sydney. Tinha acabado a faculdade e um amigo que morava por lá me convenceu no meu aniversário que eu deveria ir. Como o processo de visto e todas as providencias p/ a viagem demora, fui acostumando com a ideia dia a dia.
Acabei passando um ano maravilhoso por lá. Trabalhei na olimpíada, conheci bem a costa da Austrália.

RPM: Tendo morado em Sydney e Amsterdam, passado por muitos países, é inevitável perguntar… algum deles te marcou em um modo especial? Se sim, por quê?
MC:
Cada um de uma forma diferente. A Austrália por parecer um Brasil mais organizado. Com praias e clima bem parecido…. A Holanda e principalmente Amsterdã por ser cosmopolita e no centro da Europa. A Grécia pela beleza natural, história e gastronomia, A Itália por diversos motivos e aí vai….

RPM: Geralmente quem visita muitos países acaba tendo uma visão diferenciada do nosso país. Mesmo tendo viajado tanto, você atualmente mora no Brasil. Foi uma escolha profissional ou se pudesse voltaria a morar no exterior?
MC:
Não, voltei porque a empresa que minha mulher trabalha a chamou de volta.
Como meu trabalho é mais tranquilo de fazer lá fora ou aqui, voltamos.
Mas na minha opinião o Brasil no momento é um dos lugares mais promissores do mundo para morar. A Europa e os EUA estão numa crise brava e isso reflete diretamente nas vagas de trabalho e no tratamento ao imigrante.

RPM: Viagem e fotografia são paixões milhões de pessoas. As duas unidas então, viram uma mistura explosiva! Você tem algum projeto de lançar um livro ou algo do tipo?
MC:
Tenho sim, por enquanto só um projetão na cabeça…. Mas a idéia é fazer um livro com dicas de fotografia para viagem. Conhecem alguma editora?? Brincadeira!

RPM: Blog, Twitter, Facebook, Flickr… hoje em dia existe uma infinidade de ferramentas para compartilhar e divulgar conteúdo. Você acredita que quem quiser se “destacar” precisa usar todas elas?
MC:
Acho que sim. É importante “ser achado” em todas essas mídias. Eu tento fazer isso.

RPM: Até que ponto é possível mixar o estilo pessoal de um blog com um estilo mais profissional, sem perder credibilidade?
MC:
Ummmmm…. Acho que o negócio é deixar opiniões pessoais muito radicais/polemicas para outros canais e ser muito isento quando for comentar sobre restaurantes, hotéis, cias aéreas….

RPM: Como ‘Pai babão’, você ainda continua viajando muito? E quais conselhos você daria para os pais que têm receio de viajar com filhos?
MC:
Continuo sim. Já rodei com a pequena aqui pelo Brail e em março devemos levá-la para Europa.
A dica é se preparar muito, ler dicas, ter tudo reservado, plano B em caso de tempo ruim e conhecer bem o destino tbm ajuda.

RPM: Qual a tua relação com outros blogueiros de viagem e o que você pensa dessa “turma”?
MC:
Fiz muitos amigos virtuais e acabei conhecendo alguns pessoalmente. Até viagens já fizemos juntos. Tem muita gente boa que conhece muito de viagem. Tenho uma relação boa e sempre que posso participo de outros blogs como é o caso dessa entrevista. Fiquei feliz com o convite! Obrigado!

RPM: No mundo da fotografia o discurso sobre “a melhor câmera” ou a melhor marca é sempre muito subjetivo. Poderia falar um pouco sobre o teu equipamento e o porquê da escolha?
MC:
Eu sou canon de carteirinha. Tenho as lentes da marca e já conheço os equipamentos, a navegação.
Mas sei que a Nikon é tão boa quanto. As outras marcas podem ter boas câmeras compactas, mas prefiro a canon e a nikon. Depois que você compra algumas lentes fica mais difícil de mudar de marca.

RPM: Gostaria de agradecer pela grande disponibilidade e parabenizar pelo belo trabalho! Espero um dia poder tomar umas cervejas com você – trocando umas dicas de fotografia – em algum lugar do mundo!
MC:
Muito obrigado!! E vamos marcar essas cerveja sim!!

Ficou curioso e quer conhecer um pouco mais sobre o trabalho do Marcio? Então não perca:

A Janela Laranja | Twitter | Facebook | Flickr

Confira também:
. Entrevista com o viajante Mathias Hennig, depois da volta ao mundo!
.
Entrevista com o fotógrafo de viagens Mauricio Matos
. Entrevista com o Engenheiro Civil Pedro Carneiro Leão
. Entrevista com a Designer ‘Carol Rivello’
. Entrevista com Fernando L.A., um cara muito louco!

Grande abraço e muita paz!

Michel P. Zylberberg
www.rodandopelomundo.com

Curta e siga:
Avatar

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.