Minha cidade, meu destino: Porto Alegre (Gleiber Rodrigues | Andarilhos do Mundo)



Quantas vezes você pensou em viajar dentro da própria cidade? Muitas vezes deixamos de aproveitar muitas coisas que estão debaixo dos nossos narizes, e foi por isto que convidei alguns amigos especiais para participarem da série “Minha cidade, meu destino”, onde cada um irá publicar 5 fotos e 5 dicas especiais. O nosso segundo convidado é Gleiber Rodrigues, um grande amigo que exerce uma das profissões que considero entre as mais dignas do ser humano: médico pediatra. Mas além de cuidar de tantas vidas, ele também é apaixonado por viagens e compartilha tudo no blog Andarilhos do Mundo! Valeu doutor! Aqui vamos nós:

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que é uma grande honra ter recebido esse convite. Além de ser incrível pelas boas imagens, pelas palavras precisas e por seu design elegante, o Rodando pelo Mundo tem uma coisa que nenhum outro blog tem: um cara chamado Michel Zylberberg por trás dele! Talvez não seja muito apropriado ficar rasgando seda nesse espaço, mas meu, isso é inevitável depois desses 14 anos de amizade.

Como é que eu vou deixar passar a oportunidade de relembrar aqui aquele brother que tergiversava sobre a “indecência pura dos retratos no salão” com a paixão de quem queria fazer “florestas do deserto e diamantes de pedaços de vidro”?
Sem mais delongas, quero só dizer que é um enorme prazer participar deste espaço deixando minhas 5 fotos e 5 dicas.

5 fotos e 5 dicas de Porto Alegre

Parque da Redenção
O Parque Farroupinha (o nome oficial do Parque da Redenção) é uma linda área verde bem no centro da cidade. Tem lago, pedalinho, muitas árvores centenárias, parquinho, barzinhos e crianças correndo por todos os lados nos fins de semana de Sol. Para mim, é a alma da cidade: eclético, colorido, plural. Mantém a tradição do “Brique” aos domingos – uma feirinha com artesanato, antiguidades e comidinha de rua. De 2 anos para cá, facilitou a vida dos gaúchos com seus vários pontos de distribuição gratuita de água quente para chimarrão.
Usina do Gasômetro
Há algum tempo atrás, quando eu morava mais perto do rio, eu sempre fazia minhas corridas no fim de tarde ao longo da orla do Guaíba. A usina do Gasômetro era justamente onde eu parava para beber um pouco de água, para me sentar na grama verde e esperar o espetáculo do pôr do Sol mais lindo do mundo acontecer bem à minha frente. A usina em si é um prédio laranja gigantesco sem lá muito charme, mas que hoje em dia serve como galeria de arte. No espaço em frente sempre rola um ou outro espetáculo. As dezenas de barraquinhas garantem a hidratação, a cervejinha ou o quentão. Precisa mais?

Museu Iberê Camargo
Hoje em dia é o meu ponto preferido para admirar o pôr do Sol. O edifício em si tem uma arquitetura exótica, contestadora, assim como as obras exibidas em seu interior. A entrada é gratuita, a vista também e você vai agradecer o meu conselho de chegar cedo se quiser lugar no elegante café com mesinhas na calçada. A não ser que você já entenda de arte moderna, não perca as visitas guiadas (também gratuitas) às 16h. Se você esqueceu de deixar alguém guardando a sua cadeira da cafeteria, não tem problema. Também dá para assistir o espetáculo sentado no chão mesmo. Todos os dias. Entre 18-19h…

Centro Histórico
Porto Alegre tem um centro histórico cheio de belezas. Infelizmente, está precisando de uma revitalizada e de fato, a prefeitura tem investido bastante nisso. Gosto da grandiosidade de edifícios como o Santander Cultural, a Prefeitura e a Catedral Metropolitana. Mas para visitar o ano inteiro e se maravilhar com a profusão de cores, aromas e sabores, a minha dica é o Mercado Público! Não se esqueça de subir as escadarias e admirar a linda vista do Guaíba!

Cais Mauá
À exceção do Parque da Redenção, todos os meus pontos preferidos da cidade ficam às margens do Rio Guaíba. Sua beleza é inegável, mas a exploração turística da sua orla esbarra em muitos entraves burocráticos. Não é à toa que a maioria dos turistas brasileiros em visita ao estado se mande direto para Gramado e Canela, destinos muito mais atraentes. As promessas para a revitalização do Cais Mauá, na zona central da cidade e a sua transformação num polo turístico prometem mudar essa realidade. Todos nós torcemos para que a cidade abrace de vez a sua principal beleza natural. Lá no blog eu coloquei algumas fotos do projeto e estamos na torcida para que ele saia logo do papel!

Se você curtiu essas dicas, “ouça no volume máximo” (piadinha interna aqui, só os fortes entenderão…). E mais uma vez agradeço a oportunidade de figurar nessa seção de convidados. Um abraço especial ao brother Michel, à excelentíssima e à gringuinha e a todos os leitores que lhe acompanham (acho que acabo de mandar um abraço para mim mesmo então…). Força sempre!

Gleiber Oliveira Rodrigues

ANDARILHOS DO MUNDO
Site: www.andarilhosdomundo.com
Twitter: @Andarilho_Mundo
Facebook: AndarilhosdoMundo
Instagram: @gleiber_rodrigues

Confira aqui os outros posts da série “Minha cidade, meu destino”.

Curta e siga:

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.
  • O Parque da Redenção é um lugar muito bonito e divertido, ótima opção para passear de pedalinho com a criançada.
    http://www.brasiladentro.com.br/es/hoteles-posadas/rio_grande_do_sul

  • Muito bom o post, sou da região metropolitana de POA e trabalho no centro histórico, apesar de ser um crítico ferrenho de alguns pontos da cidade que deveriam ser melhor aproveitados confesso que outros deles me cativam e eles estão nesse post, apenas incluiria o parque Germânia e o Jardim botânico que eu espero conseguir escrever sobre eles logo no meu blog, enquanto isso temos algumas dicas para quem gosta de frutos do mar ou sushi, ficaremos felizes em recebê-los lá.

    Abraço

  • Rodrigo

    Ainda bem que estava riscada a referência de que o “por do sol” seria o “mais lindo do mundo”. Sou de Porto Alegre, amo minha cidade, mas o por-do-sol não tem nada de mais. Tenho vergonha alheia quando escuto ou leio isso. O artigo deixou de citar vários pontos interessantes, como por exemplo, o Parque Moinhos de Vento e o Bairro que dá nome ao parque. No mais, era isso!

    • Pois é Rodrigo, eu que moro em Porto Alegre há 10 anos, mas sou mineiro, adoro tirar onda com o bairrismo gaúcho (não só eu, já que há até blogs de humor só sobre isso hoje em dia). Concordo contigo que faltou o Parcão na minha lista, até porque acho que é um lugar mais legal do que o Gasômetro hoje em dia (fui lá recentemente e fiquei meio assustado com a muvuca…). Acontece que, INACREDITAVELMENTE, eu só fui no Parcão umas 2 vezes na vida! E não tenho uma mísera foto de lá. Sei que é imperdoável e tudo, mas qualquer dia desses eu dou uma chegadinha lá só para fazer um registro fotográfico e publico lá no blog. Abraços, Rodrigo!

      • Rodrigo

        Pois é, eu moro em Porto Alegre há 37 anos e também não tenho fotos do Parcão, Gasômetro ou qualquer outro ponto supostamente turístico. Aliás, muito embora eu ame esta cidade, reconheço que Porto Alegre não é nada Turística, o que não implica em qualquer demérito para a cidade. Em contrapartida, nem um outro lugar no mundo me proporcionaria a qualidade de vida profissional que tenho aqui! Entã sempre quando alguém de fora me questiona sobre Porto Alegre eu digo que é uma cidade onde suas qualidades dificilmente podem ser capturadas numa máquina fotográfica!

    • Olá Rodrigo, a ideia da série é compartilhar 5 dicas especiais de cada convidado, então não significa que sejam todas atrações da cidade. Até porque seria algo impossível.
      Agradeço pela visita ao blog e pelo comentário! Boa semana e muita paz, Michel

  • Michel, muito legal a série. Não conheço Porto Alegre, mas deu vontade. E nada melhor do que ter as dicas de quem é de lá, ainda mais se o cara é um blogueiro ótimo igual o Gleiber (mesmo que ele tenha rasgado seda no começo do post, hehehe)
    Parabéns para todos!

    • Grande Rafael, beleza? Valeu pelo comentário, também não conheço PA ainda mas um dia passo por lá pra curtir as dicas! Se quiser participar da série será um prazerzaço, você não precisa de convite! Abração e paz, Michel

      • Opa! O prazer seria meu. Leio seu blog desde que o nosso nem existia direito e eu estava planejando a viagem. Então a gente é fã. hehehe – você já tem alguém pra falar de BH?

        • Bixo, manda brasa nas dicas de BH, estarei esperando ansiosamente! Vou aproveitar pra – como sempre – divulgar o super trabalho que vocês vêm fazendo! Abração

  • Grande Michel! Fiquei feliz de ver o meu material publicado por aqui, minhas fotos… Orgulho de pai, sabe? :) Espero que os seus leitores curtam também. Um abração e muito obrigado por esse espaço que você abriu para o Andarilhos do Mundo.

    • Grande Doutô! Sabe que nossa amizade é de longa data e é um prazer poder compartilhar tuas super dicas aqui! Estaremos sempre em contato, sabe que qualquer coisa que precisar é só gritar! Abração e força sempre