Minha cidade, meu destino: Brasília (Camilla Kafino | Ensaios de Viagem)



Quantas vezes você pensou em viajar dentro da própria cidade? Muitas vezes deixamos de aproveitar muitas coisas que estão debaixo dos nossos narizes, e foi por isto que convidei alguns amigos especiais para participarem da série “Minha cidade, meu destino”, onde cada um irá publicar 5 fotos e 5 dicas especiais. Depois das cinco dicas super legais da Giselle, a capital federal ganha mais um destaque na série. A amiga Camilla Kafino do ótimo  blog Ensaios de Viagem vai do café da manhã ao pôr-do-sol, mostrando que BSB é cheia de encantos e atrações:

Falar de Brasília para mim é falar de amor. A minha relação com a cidade é de muita identificação e de uma intrínseca construção de personalidade – tanto minha quanto dela. Ali eu nasci e crescemos juntas. Foi preciso um tempo longe para nos entendermos e consolidarmos nossa história.

E hoje estou de volta à cidade modernista, Capital dos pilotis e cobogós, da superquadra e do pôr-do-sol mais encantador do mundo.

RPM_Bsb_2

1a dica – Superquadra
Para entender Brasília e sua história, nada melhor do que um mergulho no plano original de seus idealizadores e o melhor lugar para isso é conhecer o projeto da Superquadra. Superquadra é o conceito de morar em Brasília. Nos planos de Lucio Costa, a superquadra é o elemento básico do Plano Piloto. Deveria ser constituída de quatro quadras residenciais, com edifícios de até seis pavimentos, cercadas por faixas arborizadas de vinte metros de largura e intercaladas por ruas comerciais. O único conjunto de quadras em que o projeto foi realmente executado, foi o conjunto das quadras 308/108 e 307/107 sul. Essa superquadra, também chamada de Unidade Vizinhança, contém os demais elementos idealizados – igreja, escola, clube de vizinhança, posto de saúde, jardim de infância, biblioteca e cinema.

RPM_Bsb_5

2a – Quintal f/508
Os cafés da cidade estão incríveis – tanto para um brunch de sábado como para um bate papo com amigos no fim da tarde. A variedade é enorme, temos diversos estabelecimentos que servem cafés renomados e com direito a toda pompa do ritual da preparação. Mas sempre temos o nosso queridinho, aquele que indicamos apenas para os amigos mais queridos porque sabemos que eles irão amar. E minha dica é o Quintal f/508. O Quintal é uma joia quase escondida em uma sobreloja da comercial da 413 norte, dentro do estúdio de fotografia Espaço f/508, com uma vista deslumbrante para o Parque Olhos D’Água regado de uma decoração tão apaixonante e comidinhas que mudam ao sabor dos ingredientes. De quebra você desfruta de uma pequena galeria com fotografias belíssimas. Minha recomendação é o café da manhã aos sábados. Para encher os olhos e a alma, uma experiência estética, eu diria.

RPM_Bsb_4

3a. Pôr-do-sol
Não tem jeito, o maior espetáculo de Brasília está no céu. E quando chega o cair da tarde e o pôr-do-sol acontece, é tão magnífico quanto presenciar uma aurora boreal. Não é exagero – o céu se veste das cores mais incríveis possíveis, dançando de laranjas e rosas, roxos e vermelhos que mudam ao sabor dos ventos e nuvens que pontuam o show diário. Se você tem amigos de Brasília em suas redes sociais sabe do que estou falando, nossa relação com essa atração específica é tão íntima e louca que vemos diariamente milhares de fotos do pôr-do-sol daqui no Instagram :) O que pode tornar essa experiência ainda mais marcante é apreciar o cair da tarde a beira do lago. Pode ser no Pontão ou na Ermida Dom Bosco, no calçadão da Asa Norte ou na quebrada da 13. Há também passeios de barco e vale até um stand up paddle. Tenho certeza que você vai lembrar disso para sempre.

RPM_Bsb_3

4a. Bike
A bicicleta em Brasília é tão ligada ao brasiliense que temos até uma invenção local – a nuvenzinha.

Nosso relevo plano e o conceito de cidade parque nos leva a pedalar em todas as direções – eu mesmo tenho o hábito de vir algumas vezes na semana de bicicleta para o trabalho.

As opções para um passeio de bike na cidade são infinitas, desde o uso das ciclovias pelas quadras, de pedalar pelo eixão aos domingos ou mesmo de fazer uma trilha no Jardim Botânico.

Uma dica que uso muito quando recebo amigos de fora é alugar uma bike do Itaú e percorrer o circuito cívico do Eixo Monumental. As distâncias são grandes quando se está a pé e usar o carro e/ou ônibus deixa tudo meio monótono. A bike deixa esse passeio super lúdico e de forma criativa a gente consegue acessar lugares que normalmente não iríamos.

RPM_Bsb_6

5o Itamaraty
O Palácio do Itamaraty é o meu palácio favorito em Brasília! A visita guiada é um delírio. No último andar temos os jardins suspenso de Burle Marx que arrebatam qualquer um. Várias obras de arte espalhadas pelo jardim e vistas impressionantes da Esplanda dos Ministérios e do Congresso Nacional. Sem falar na escada “flutuante” que enaltece o maior hall sem colunas do mundo, ao lado da treliça de Athos Bulcão. É de uma beleza impressionante.

Confira todos os posts da série “Minha cidade, meu destino”.

Camilla Kafino – escreve no blog Ensaios de Viagem, ensaiando seus pensamentos sobre os lugares, as pessoas e as coisas que viu andando por aí.
Facebook: @EnsaiosDeViagem
Twitter: @camsk
Instagram: @ensaiosdeviagem

Curta e siga:

Michel Zylberberg

Criei o blog em 2006 para compartilhar as minhas andanças pelo mundo, já rodei por mais de 20 países e gosto de incentivar as pessoas a conhecerem o que esse mundão maravilhoso tem a oferecer! Conto com a colaboração de amigos e convidados para poder trazer um conteúdo relevante e interessante, sempre junto com a minha grande paixão - a fotografia.
  • Que prazer ler a sua impressão de Brasília, Camila! Também sou uma brasiliense apaixonada e amei conhecer as suas descrições desse nosso céu, das nossas SQNs e SQSs. O Itamaraty também é meu palácio favorito! Adorei :)

    • Oi Giselle, legal você dando um pulo aqui pra conferir o post da Camilla! Acho que os leitores vão poder aproveitar muito a cidade com essas 10 dicas super legais! Quem sabe no próximo encontrão em BSB não conseguimos nos reunir? Tomara! Bjo pra vocês e muito obrigado pela força!