Onde quer que você esteja, já pensou em ser voluntário?



Dia 28 de agosto é uma data muito especial, o Dia do Voluntário. Há quem não entenda a real função do voluntariado e o preconceito ainda é um tabu. Aos que compartilham da nobre função, tem a batalha para quebrar barreiras e avançar na ideologia de que a ação traz muito além da assistência a quem precisa.

Estar perto de pessoas que carecem de atenção, de uma palavra amiga, de carinho e, principalmente respeito, espalha exemplos e fortalece a corrente da doação do que temos de melhor, que é o nosso tempo. Engrandece a alma e te faz refletir qual o verdadeiro sentido da vida.

Há quem busque o trabalho voluntário em creches, escolas, instituições de caridade, mas há também quem procure no voluntariado a chance de crescer profissionalmente. Se oferecer para um trabalho gratuito é pensar que aquela atitude lhe trará muitos benefícios no futuro, seja como passar uma temporada no continente africano cuidando de crianças carentes ou de pequenos leões abandonados ou participar voluntariamente de pequenos ou grandes eventos esportivos em qualquer lugar do mundo.

Foto Grupo de voluntários de Shutterstock.

Foto Grupo de voluntários de Shutterstock.

Para muitos viajantes, intercambistas e até turistas é a oportunidade de extrair o que há de melhor para si. Já vi exemplos de pessoas que passam por processos seletivos complexos para ficarem meses sem ganhar um tostão em algum lugar carente do mundo para apenas ajudar. Vi também profissionais que aproveitaram a baixa temporada de trabalho numa cidade turística e se ofereceram para participar de eventos esportivos apenas orientando pessoas que chegavam para se divertir ou competir. São pessoas que não perdem a chance de fortalecer o idioma, de ter contato com pessoas, de aprender os verdadeiros costumes e de também passar a frente a sua própria experiência de vida, afinal, se você está naquele lugar longe da sua casa, você está lá por algum propósito na sua jornada.

Se você está em qualquer lugar do mundo, saiba que o seu tempo disponível vale muito para qualquer pessoa e também para você. E tenha certeza de uma coisa, isto será bastante valorizado no seu currículo e na sua vida e as chances de você ser e fazer alguém feliz são enormes.

Be a volunteer and be happy!

 

Foto do cabeçalho Voluntária com crianças de Shutterstock.

Curta e siga:
Arnaldo Rafael Borges

Arnaldo Rafael Borges

Com formação em Jornalismo, já viajei bastante por este mundão. Além de morar por um ano na Austrália, conheci países como México, Argentina, Uruguai, Chile e Nova Zelândia e também gosto de compartilhar o que há de mais interessante e inspirador para o viajante.